Prefeitura divulga índice de Infestação por aedes aegypti em Ji-Paraná

Esse número coloca Ji-Paraná fora do risco de epidemia de dengue

0 1

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio do Comitê Municipal de Combate ao mosquito da dengue, divulgou o resultado do Levantamento Rápido do Índice de Infestação por aedes aegypti (Lira) no município. Os dados coletados pelos agentes de endemias constaram que a infestação predial relativa ao mosquito que transmite a dengue está em 1,7%.

Esse número coloca Ji-Paraná fora do risco de epidemia de dengue, segundo o Ministério da Saúde, mas é preciso continuar combatendo o mosquito eliminando os criadouros.

O diretor do Departamento de Vigilância em Saúde, Thiago Butzske Freire, ressalta que 80% dos criadouros se formam dentro dos quintais. Os bairros da cidade com maior índice de infestação do mosquito foram Duque de Caxias, Cafezinho, Alto Alegre e Parque dos Pioneiros.

“O Prefeitura está trabalhando para a maior efetividade na prevenção e no combate e eliminação dos criadouros do mosquito. A população precisa colaborar também. Se cada família tirar um dia da semana para verificar os locais que acumulam água e eliminar esses criadouros do mosquito, a chance do índice aumentar é pequena. Temos que somar forças nesta luta contra o aedes aegypti”, disse o diretor.

Os casos de dengue têm diminuído em Ji-Paraná. Em 2018 foram registrados 182 notificações e 37 casos confirmados. Este ano foram 60 casos notificados e apenas nove positivos.

“Então vamos continuar atentos para não permitir que o índice aumente e a doença seja transmitida, principalmente agora no período chuvoso. Aquela tampinha ou a calha do telhado de casa pode ser um criadouro. Estamos reforçando as estratégias de trabalho dos agentes de endemias para que orientem a população a colaborar nesta missão contra a dengue”, finalizou o secretário municipal de saúde, Rafael Papa.

Fonte: Decom – PMJP

Loading...