Notícias

07/12/2017 20:03

Prefeitura de Ji-Paraná recebe equipamento de teste rápido para tuberculose

O Laboratório de Epidemiologia da Prefeitura de Ji-Paraná, conta agora com uma tecnologia avançada no diagnóstico da Tuberculose. O equipamento GeneXpert foi adquirido pelo Governo Federal, em parceria com o Governo de Rondônia e será usado para atender a rede básica de saúde de Ji-Paraná e outros 16 municípios da região Central do Estado.

O aparelho é utilizado para realizar teste molecular rápido para detecção do bacilo causador da doença (Mycobaterium tuberculosis), a partir das amostras de escarro dos pacientes com suspeita de tuberculose. O resultado fica pronto em até duas horas. O avanço no diagnóstico irá dinamizar o inicio do tratamento.

Para a diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, Emanoela Sousa, a técnica de biologia molecular está implantada em laboratórios de referência em vários países. Rondônia recebeu quatro equipamentos e um deles está em Ji-Paraná. “A técnica de biologia molecular mais recentemente no Brasil, nos ajudará muito no diagnóstico e tratamento da tuberculose. Nós tínhamos um exame chamado baciloscopia, onde o resultado ficava pronto em até 60 dias. Agora temos um teste rápido que é mais eficiente e que nos dá o resultado em pouquíssimo tempo”, ressaltou a diretora.

Segundo a farmacêutica bioquímica do laboratório do município, Fernanda Gomes, a aquisição do equipamento é um avanço extraordinário para a saúde pública. “O aparelho fornece duas informações importantes. Além de diagnosticar se o paciente tem o ou não a doença, irá identificar se ele tem ou não resistência ao tratamento do medicamento usado. Isso abre a possibilidade de fazer um tratamento correto e eficaz. Levando em consideração que o tratamento é longo, essa agilidade vai colaborar em muito para o paciente”, esclareceu a bioquímica.

A tuberculose é uma doença infectocontagiosa bacteriana que afeta principalmente os pulmões. A transmissão ocorre pelo contato com gotas da saliva, por meio da fala, espirro ou tosse. É importante ficar atento aos sintomas como tosse por mais de três semanas, com ou sem catarro. Qualquer pessoa com este indício deve procurar uma unidade de saúde para fazer o diagnóstico. O tratamento é oferecido, gratuitamente, pelo SUS, durante seis meses, sem interrupção.

Fonte: Decom p PMJP


Banenr
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo