Notícias

11/09/2018 17:40

Senai faz evento nesta quarta para mostrar o que é indústria 4.0

O evento vai desmistificar os conceitos da indústria 4.0 e mostrar que o aumento de competitividade está ao alcance de empresas de quaisquer porte e setor

A indústria 4.0, como é conhecida a integração do mundo físico e virtual através de tecnologias digitais, vai mudar a forma de produzir, gerar novos negócios e transformar o mercado de trabalho. Nesta quarta-feira, o Senai apresenta o Desvendar 4.0, no salão de convenções do Sistema Fiero, das 19 às 21. O evento vai desmistificar os conceitos da indústria 4.0 e que o aumento de competitividade está ao alcance de empresas de quaisquer porte e setor.

A programação conta com palestra ministrada pelo articulador estadual do Desvendar 4.0 e gerente da escola Sesi-Senai do Distrito Industrial, Gideoni Oliveira. “O objetivo é mostrar que as tecnologias digitais são acessíveis a empresas de todos os portes, com baixo investimento, e podem trazer ganhos relevantes através do uso de recursos como internet das coisas, big data e inteligência artificial também pode aumentar a produtividade das empresas”, disse.

De acordo com Gideoni, este evento vai desmistificar os conceitos da indústria 4.0 e mostrar que o aumento de competitividade está ao alcance de empresas de quaisquer porte e setor. “É fundamental ao empresário se preparar para a 4ª Revolução Industrial, também denominada Indústria 4.0. Considerando os desafios e oportunidades mundiais atreladas a este movimento irreversível, o Senai 4.0 surge como uma resposta às demandas dessa nova indústria a partir da oferta de soluções em educação, tecnologia e inovação.

No ponto de vista do vice-presidente de Infraestrutura da Fiero e presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil em Rondônia (Sinduscon-RO), Emerson Fidel Campos de Araújo, a introdução de tecnologias nos processos industriais possibilitará o monitoramento em tempo real de linhas de produção flexíveis e integradas com outras plantas industriais em nível global. Assim, os profissionais destas empresas devem estar familiarizados com as tendências e tecnologias requeridas, para que possam desenvolver suas atividades de forma alinhada às novas demandas de mercado”, disse.

Fidel lembra que o segmento da Construção Civil está correndo para acompanhar essa evolução tecnológica. “Não apenas no Brasil, mas no mundo inteiro”, disse Emerson, acrescentando que é “claro que existem estudos feitos pelo Sesi e Senai em parceria com universidades, principalmente nas questões relacionadas a projetos e gestão. Segundo Emerson, os Estados Unidos possuem um sistema de construção mais industrializado, um sistema diferenciado. A China ainda é o país mais avançado em construção de prédio e pontes. O que aqui normalmente demoraria de dois e a três anos, eles fazem em seis meses. A primeira providência deles é planejar”, disse.

Quanto a Indústria 4.0, Fidel ressalta que vai acontecer de baixo para cima, a partir dos grandes centros. A nossa maior dificuldade é a capacitação de mão de obra. Então, cada vez mais os setores terão de investir na qualidade. O custo de mão de obra aumenta cada vez mais e o diferencial é a utilização de novos produtos, mas para isso o funcionário precisa estar capacitado, pois não podemos mais fazer a construção de forma artesanal.

“Nessa nova revolução, as empresas devem estar preparadas para atender as necessidades do mercado por produtos mais inteligentes e customizados”, afirma o superintendente do Sesi-IEL e diretor regional do Senai-RO, Alex Santiago. “O Senai entende que a chamada Indústria 4.0 é a grande oportunidade para a indústria brasileira ser mais produtiva e competitiva, através de tecnologias digitais que vão ajudar a serem mais ágeis”, comentou.

Mais informações:

WhatsApp - (69) 99947-5050

 

Assessoria de Comunicação Social do Sistema Fiero


Banenr
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo