Notícias

11/10/2018 17:41

Empreendedores participam de capacitação sobre boas práticas em Ji-Paraná

O microempreendedor individual, Fábio Guimarães Magno, de 35 anos, iniciou recentemente um novo desafio. Ele abriu uma pequena empresa para fabricar e vender tortas artesanais de massa folhada com vários sabores, uma receita criada pela mãe dele, há 28 anos. “Nós começamos a comercializar nosso produto de porta em porta, sempre com a preocupação de cumprir com as normas. Afinal, se tivermos qualidade e higiene, teremos mais aceitação no mercado”, disse confiante.

Para que o negócio familiar prospere ainda mais, é preciso organização. Por isso, Fábio Guimarães participou nesta quarta-feira (10), da Oficina de Capacitação sobre boas práticas de fabricação e procedimento operacional padrão (POP), realizado pela Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Divisão de Vigilância Sanitária, em parceria com o Sebrae.

A diretora da Divisão de Vigilância Sanitária de Ji-Paraná, Ana Maria Santos, explica que uma lei federal exige que todos os estabelecimentos do seguimento de alimentação devem ter o manual de boas práticas.

“Com essa parceria com o Sebrae estamos ajudando esses empreendedores a  elaborar esse manual de boas práticas sem a necessidade de pagar pela confecção. A oficina é também uma forma de consultoria, oferecendo condições para que os pequenos empresários atendam às exigências da Anvisa, Agência Nacional de Vigilância Sanitária”, esclareceu Ana Maria.

A analista do Sebrae, Marcileide Zirondi, ressalta que a parceria com a Prefeitura é imprescindível para que os empreendedores tenham acesso às informações, que farão toda a diferença no manuseio adequado dos alimentos.

“O Sebrae disponibiliza o ambiente, mobiliza as pessoas e a Vigilância Sanitária oferece o conhecimento. Um trabalho vantajoso que atende nossos clientes e a população”, disse a analista.

A capacitação faz parte do projeto Inclusão Produtiva com Segurança Sanitária, implantado pela Prefeitura de Ji-Paraná para dar mais segurança à população e fomentar a economia do município.

 “Nossa função é fiscalizar para que a segurança alimentar da população seja garantida. Nós conseguimos implantar em Ji-Paraná um projeto inovador em Rondônia para o desenvolvimento local. Nosso município é referência em Inclusão Produtiva com Segurança Sanitária. Nós não podemos só cobrar, temos que apoiar essas pessoas”, finalizou a diretora da Vigilância Sanitária, Ana Maria.


Banenr
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo