Notícias

29/11/2018 18:44

Conferência discute fortalecimento das políticas públicas para crianças e adolescentes

Cerca de 200 pessoas participaram da 10ª Conferência Municipal dos Direitos das Crianças e Adolescentes, realizada nos dias 28 e 29 de novembro na sede da Comunidade Internacional da Paz em Ji-Paraná.

O evento foi uma iniciativa do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) em parceria com a Prefeitura de Ji-Paraná e Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas).

A Conferência tem a finalidade de reunir representantes da sociedade civil organizada, entidades filantrópicas e poderes públicos para discutir propostas visando fortalecer as políticas públicas voltadas para o setor.

O tema deste ano foi voltado ao fortalecimento das ações de enfrentamento às violências, considerando a diversidade.

“O grande objetivo foi mobilizar os integrantes do Sistema de Garantia de Direitos e a sociedade para a construção de propostas voltadas a afirmação do princípio da proteção integral de crianças e adolescentes nas políticas públicas”, disse Sônia Reigota, secretária municipal de Assistência Social.

João Victor Alexandre, de 16 anos, foi um dos facilitadores da conferência e abordou um tema importante: Participação e protagonismo juvenil. O jovem palestrante faz parte do Comitê de Participação Adolescente, vinculado ao Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente e abordou um tema

“É importante hoje o adolescente entender que nós não podemos falar de políticas públicas voltadas para este setor, sem que nós sejamos os principais atores e agentes na gestão e formulação de políticas pública e participação efetiva na sociedade e no poder público. Além disso, precisamos fiscalizar para que de fato tenhamos a garantia que as políticas serão aplicadas. É preciso participar não como uma vítima da sociedade, mas como protagonista”, explicou o jovem.

A juíza da 1ª Vara da Infância e Juventude, Ana Valéria de Queiroz Ziparro, participou da conferência e motivou as crianças e adolescentes a buscar a participação efetiva na sociedade. “Se queremos grandes mudanças, precisamos ter grandes iniciativas. E estamos aqui para motivar vocês para que sejam de fato integrantes das políticas públicas”, disse aos participantes da conferência.

Para a presidente do CMDCA, Angelita Barboza, a Conferência foi um importante espaço para que a sociedade possa expressar o que realmente quer para o país.

“Se as pessoas não comparecem, ficam a mercê de um pequeno grupo de pessoas. Porém, se a sociedade participar de fato, conseguiremos avançar com as ações que realmente desejamos”, finalizou a presidente.

Durante o evento, foram escolhidos 10 delegados que levarão propostas sobre o tema para a Conferência Estadual que será realizada no mês de junho de 2019, em Porto Velho.

Fonte: Decom - PMJP


Banenr
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo